Hicks Muse ameaça tirar 3 do Corinthians

Representantes da ex-parceira corintiana, Hicks, Muse, Tate & Furst (HMTF) já comunicaram à diretoria do clube: após a trágica experiência no Brasil, o fundo quer se desvincular completamente do futebol e fará o que for possível para negociar o goleiro Doni, o lateral-direito/meia Rogério e o volante Fabinho, atletas do Corinthians com os quais os americanos ainda mantêm vínculo. Basta, portanto, que apareçam interessados, uma vez que o clube do Parque São Jorge, com preferência na negociação, não demonstrou interesse em adquirir a parte dos direitos federativos dos jogadores que pertencem à empresa. O técnico do Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo, não esconde de ninguém que gostaria de contar com Fabinho em sua equipe. Os americanos ainda mantêm relacionamento próximo aos mineiros, também ex-parceiros, e por isso a negociação pode acontecer. Rogério, por sua vez, adotou o clichê de sempre. ?Gostaria de ficar no Corinthians, pois sou identificado com esse clube?, costuma dizer. Porém, não descarta a possibilidade de transferência. E melhor ainda se for internacional. Já Doni procura evitar o assunto. Porém, quando questionado, deixa claro que até pode aceitar uma negociação, mas não para qualquer lugar. O goleiro não abre mão de ter a palavra final. ?Não adianta vir com uma proposta de um time não sei de onde?, afirmou. ?Se for para mudar, quero mudar para melhor.? O time ? Para a partida contra o Guarani, domingo, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Juninho Fonseca poderá contar com a volta do zagueiro Marquinhos. O atleta ainda tenta se livrar de pubalgia. ?Convivo já há algum tempo com as dores, mas só poderei me recuperar totalmente durante as férias.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.