Hiddink admite que deve ir para a Rússia depois da Copa

O técnico holandês Guus Hiddink admitiu nesta segunda-feira que tem praticamente tudo certo para trocar a Austrália (segunda adversária do Brasil na Copa do Mundo deste ano) pela Rússia depois da Copa. "Nós estamos trabalhando nos detalhes finais do contrato e creio que dará tudo certo", disse.O desafio do técnico - campeão holandês no último domingo com o PSV -, será levar a Rússia à Copa de 2010, na África do Sul. Na atual, os russos disputaram as Eliminatórias européias mas não conseguiram a classificação.

Agencia Estado,

10 de abril de 2006 | 19h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.