Pierre-Philippe Marcou/AFP
Pierre-Philippe Marcou/AFP

Hierro dirige seu 1º treino na Espanha e alerta: 'Não temos tempo para lamentar'

Diretor técnico assume o comando da seleção após demissão de Julen Lopetegui a dois dias da estreia na Copa

Estadão Conteúdo

13 Junho 2018 | 15h14

Novo técnico da seleção espanhola, Fernando Hierro comandou o primeiro treino dele à frente da equipe nacional, nesta quarta-feira, em Krasnodar. Apesar da contratação de surpresa, após demissão do técnico Julen Lopetegui horas antes, o ex-jogador pensa apenas no trabalho que terá pela frente.

+ Novamente sem Fred ao lado dos companheiros, seleção faz treino fechado em Sochi

+ Corona diz ter esperança de ser titular do México e fazer seu 1º jogo em uma Copa

+ Löw diz que não definiu titulares da Alemanha e estimula disputa por posições

"Temos de parar de pensar no passado e olhar para a partida contra Portugal. Não temos tempo para lamentar. Precisamos ser maduros. Devemos mudar nosso foco. Temos uma obrigação a cumprir", disse Hierro em coletiva de imprensa concedida nesta quarta.

Responsável pela decisão de demitir Lopetegui, o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, sabe que o momento é delicado. "Estamos em uma situação muito difícil. É muito complicado. Não vou sentar aqui e dizer que foi a melhor solução", confessou o mandatário, empossado apenas em maio deste ano e que há três semanas havia acertado a renovação do contrato do treinador até 2020.

Apesar da confusão, Rubiales afirma que os jogadores vão dar o melhor deles para conquistar o segundo título mundial da Espanha. "Eu falei com os atletas e eles mostraram comprometimento para fazer o que for possível para levar a equipe nacional o mais longe possível no torneio", afirmou. "Fernando foi muito generoso e nós o agradecemos. Ele era a primeira opção para assumir o cargo", disse o presidente.

 

A pouca experiência como treinador não preocupa Hierro. "Tive apenas um ano como técnico, no Oviedo, e um como assistente, no Real Madrid. Mas estou no meio do futebol há 30 anos", disse o ex-capitão da seleção espanhola, que cumpria cargo de diretor esportivo da RFEF antes de ser nomeado treinador.

Nesta quarta-feira, Hierro pôde trabalhar com todos os jogadores da seleção, já que Carvajal está recuperado de lesão no músculo posterior da coxa direita. A estreia espanhola no Mundial será contra Portugal, às 15 horas (de Brasília) desta sexta-feira, em Sochi. Em seguida, os confrontos da Espanha pelo Grupo B serão contra Irã, no dia 20, em Kazan, e o Marrocos, no dia 25, em Kaliningrado.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.