Javier Etxezarreta/EFE
Javier Etxezarreta/EFE

Hierro diz que classificação da Espanha em 1º lugar foi sorte e cobra jogadores

Espanhóis ficaram na primeira colocação do Grupo B mesmo com empate diante do Marrocos

Estadão Conteúdo

25 Junho 2018 | 19h34

O técnico Fernando Hierro comemorou a classificação da Espanha às oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia após empate por 2 a 2 contra Marrocos, nesta segunda-feira, em Kaliningrado. Com o resultado, os espanhóis conquistaram o primeiro lugar do Grupo B. Para o treinador, a liderança aconteceu "por sorte" e fez cobrança aos jogadores ainda no vestiário.

+ TEMPO REAL: Espanha 2 x 2 Marrocos

+ Cristiano Ronaldo perde pênalti, Portugal empata e encara Uruguai nas oitavas

"Obviamente podemos melhorar e há coisas em que definitivamente precisamos trabalhar. Sem dúvida, seremos autocríticos porque tomar cinco gols em três partidas não é o caminho a seguir e eu disse isso aos jogadores. Acho que foi um grupo muito bom e nivelado e até o final nós não sabíamos quem terminaria em segundo e primeiro lugar. Tenho que dizer que tivemos sorte de terminar em primeiro lugar. Esse foi o nosso objetivo inicial e chegamos a ele", destacou Fernando Hierro.

O sistema defensivo é o que mais preocupa o técnico na sequência do Mundial - encara a anfitriã Rússia nas oitavas de final. Foram três gols sofridos contra Portugal na estreia e outros dois diante dos marroquinos - além da vitória por 1 a 0 sobre o Irã. Para ele, se continuar vulnerável, o bicampeonato está ameaçado.

"Agora precisamos ser muito exigentes com nós mesmos e ter claramente em mente que, se concedermos gols com tanta facilidade, será muito difícil para nós alcançarmos nosso objetivo final", disse Fernando Hierro.

 

Especificamente sobre a partida contra Marrocos, em que se esperava atuação convincente da Espanha, o que não ocorreu, o treinador preferiu elogiar o adversário. "Tinha dito que seria uma partida difícil e sabíamos muito bem que o Marrocos iria lutar. Eles são um excelente time, que perdeu dois jogos por 1 a 0 (Irã e Portugal), e merecia muito mais. Mas, apesar dos desafios que enfrentamos, emergimos no topo e devemos olhar para esse lado positivo".

A Espanha viveu ambiente tumultuado às vésperas da estreia contra Portugal, quando o então comandante da equipe Julen Lopetegui assinou contrato com o Real Madrid e foi destituído do cargo na seleção. Fernando Hierro foi escolhido para substituí-lo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.