Carlo Hermann/AFP
Carlo Hermann/AFP

Higuaín é a sexta baixa da seleção argentina para amistosos

Atacante do Napoli foi liberado por 'quadro gastrointestinal'

Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2015 | 11h46

A seleção da Argentina não para de sofrer baixas para os seus últimos amistosos antes da estreia nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. A última delas, a sexta na lista inicial de convocados, foi a do atacante Gonzalo Higuaín, que acabou sendo cortado.

A Associação de Futebol Argentino informou que o atacante do Napoli, da Itália, tem um "quadro gastrointestinal" e foi liberado da seleção. Mas o técnico Gerardo Martino optou por não chamar um substituto para a vaga de Higuaín.

Sem ele, Lionel Messi, do Barcelona, deve ter Carlitos Tevez, do Boca Juniors, ou Sergio Agüero, do Manchester City, como seu companheiro no setor ofensivo nos amistoso contra a Bolívia, nesta sexta-feira, em Houston, e diante do México, em Dallas, na próxima terça-feira.

Este amistosos serão os primeiros compromissos da Argentina após a derrota na final da Copa América, nos pênaltis, para o Chile, em 4 de julho, o que manteve o jejum de grandes títulos da seleção.

Antes de Higuaín, Martino já havia perdido outros cinco jogadores para esses amistosos: Pablo Zabaleta, Ezequiel Garay, Lucas Biglia, Angel Di María e Javier Pastore. Foram chamados substitutos para todos esses casos, o que não ocorrerá agora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.