Salvatore Laporte/AP
Salvatore Laporte/AP

Higuaín marca dois gols polêmicos e garante terceiro lugar ao Napoli

Há suspeita de impedimento no primeiro lance; no segundo, pênalti foi para lá de duvidoso; onda de arbitragens controversas não reflui

Brian Homewood, REUTERS

26 de janeiro de 2015 | 21h34

O atacante argentino Gonzalo Higuaín marcou dois gols, ambos polêmicos, e garantiu ao Napoli uma vitória por 2 x 1 sobre o Genoa e a terceira colocação do Campeonato Italiano nesta segunda-feira.

Higuaín colocou o time da casa na frente logo aos sete minutos em um rebote, mas as imagens da jogada sugeriram que ele estava em posição de impedimento quando Jose Callejon deu o chute que o goleiro do Genoa Mattia Perin espalmou.

Iago Falque empatou para o Genoa aos 11 minutos do segundo tempo, mas o Napoli recuperou a liderança com um pênalti polêmico marcado após um suposto empurrão de Juraj Kucka em Higuaín.

O contato pareceu ter sido mínimo, porém Higuaín, ignorando as reclamações do Genoa, cobrou o pênalti a 15 minutos do fim e marcou o seu 12º gol na temporada.

O futebol italiano foi atingido por uma onda de decisões controversas da arbitragem desde a parada do fim do ano, e o próprio Napoli ficou furioso depois de uma derrota por 3 x 1 em casa para a líder Juventus.

O Napoli subiu para o terceiro lugar, com 36 pontos em 20 jogos, seis pontos atrás da segunda colocada Roma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.