Sergei Chizavkov/AP
Sergei Chizavkov/AP

Hodgson diz que Inglaterra encara Ucrânia como final

Apesar de líder, derrota pode complicar situação dos ingleses nas Eliminatórias para Copa

AE, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 15h09

KIEV - O técnico Roy Hodgson prometeu que os jogadores da Inglaterra vão encarar o duelo desta terça-feira com a Ucrânia, válida pelo Grupo H das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2014, como uma final de campeonato. A seleção inglesa lidera a chave com 15 pontos, mesma pontuação do que Montenegro, que disputou um jogo a mais, e apenas um ponto a mais do que a Ucrânia.

"São duas grandes equipes, em condições de vencer o grupo, por isso, nesse aspecto, é uma final. Quando você joga uma final de copa você tem que ganhá-la jogando bem o suficiente. Você não ganha por ser cauteloso. Você precisa entrar com tudo e marcar mais gols do que o adversário. Nós não temos dúvidas sobre a tarefa, sabemos o que precisamos fazer. Os jogadores estão confiantes de que vamos conseguir", disse.

Hodgson garantiu que o está consciente de que uma derrota em Kiev vai dificultar a luta da Inglaterra pela vaga na Copa do Mundo. "A equipe que ganhar o jogo terá uma grande chance de se classificar. A equipe que perder o jogo vai ficar contra a parede e também terá a chance de ganhar o grupo retirada de suas mãos", afirmou.

O decisivo duelo com a Ucrânia será o centésimo jogo do meia Frank Lampard pela Inglaterra, como confirmou Hodgson. "Frank vai começar o jogo amanhã à noite e fará o seu centésimo jogo, 14 anos é muito tempo para representar o seu país"", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.