Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Hodgson elege Rooney como novo capitão e convoca Inglaterra

Após aposentadoria de Gerrard, técnico confirma que Rooney irá capitanear a seleção, função que já exerce no United

Estadão Conteúdo

28 de agosto de 2014 | 10h33

Wayne Rooney foi oficialmente nomeado, nesta quinta-feira, o novo capitão da Inglaterra. O atacante do Manchester United acabou sendo escolhido para o posto, que é visto com grande status em seu país, e passará a ser o grande líder do time nacional dentro de campo depois que Steven Gerrard anunciou a sua aposentadoria da seleção após a frustrante participação inglesa na Copa do Mundo de 2014.

Mantido no comando da Inglaterra após o Mundial, Roy Hodgson elegeu Rooney capitão e destacou que o jogador "certamente merece isso, pois está comprometido com a causa". "Ele está preparado para aceitar as pressões que a capitania da Inglaterra trazem", enfatizou o técnico, nesta quinta, mesmo dia em que também anunciou a lista de convocados para o primeiro jogo do país nas Eliminatórias da Eurocopa de 2016, contra a Suíça, no dia 8 de setembro, e para o amistoso diante da Noruega, na próxima quarta-feira.

Aos 28 anos de idade, Rooney será o responsável por liderar dentro de campo a nova geração de jogadores da Inglaterra, que segue em processo de renovação e que também teve, na última terça-feira, o anúncio da aposentadoria do meia Frank Lampard do time nacional. E Hodgson assegura que o atacante não enfrentará rejeição ou desconfiança como capitão pelo fato de que no passado chegou a viver uma relação conturbada com torcedores e recebeu cartões vermelhos provocados pelo seu temperamento instável.

"Ele tem com ele esta bagagem (de experiência) e terá de aceitar isso como mais uma parte da pressão (como jogador da seleção)", disse Hodgson, lembrando que o histórico recente de Rooney na seleção foi exemplar. "Em dois anos em que ele esteve comigo eu não tive nenhuma razão para questionar qualquer coisa sobre ele", completou.

Rooney, que recentemente também se tornou capitão do Manchester United, quer que os problemas do passado sejam esquecidos e pediu pelo suporte da torcida nesta sua nova fase na seleção inglesa. "Espero que tenha o total apoio dos torcedores", disse o jogador, que depois ressaltou: "Ser nomeado capitão da Inglaterra é um sonho se tornando realidade para mim e para minha família. Será algo do qual vou estar imensamente orgulhoso".

Confira todos os chamados por Hodgson:

Goleiros - Fraser Forster (Southampton), Ben Foster (West Bromwich Albion) e Joe Hart (Manchester City).

Defensores - Leighton Baines (Everton), Gary Cahill (Chelsea), Calum Chambers (Arsenal), Phil Jagielka (Everton), Phil Jones (Manchester United), Danny Rose (Tottenham) e John Stones (Everton).

Meio-campistas - Jack Colback (Newcastle), Fabian Delph (Aston Villa), Jordan Henderson (Liverpool), James Milner (Manchester City), Alex Oxlade-Chamberlain (Arsenal), Raheem Sterling (Liverpool), Andros Townsend (Tottenham) e Jack Wilshere (Arsenal).

Atacantes - Rickie Lambert (Liverpool), Wayne Rooney (Manchester United), Daniel Sturridge (Liverpool) e Danny Welbeck (Manchester United).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.