AFP Photo/Thomas Kienzle
AFP Photo/Thomas Kienzle

Hoffenheim bate Bayern pela 1ª vez na história e segue embalado no Alemão

Resultado deixa equipe com 51 pontos, na terceira colocação

O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2017 | 17h14

Sob o comando do técnico mais novo de todo o Campeonato Alemão, o Hoffenheim continua surpreendendo nesta edição da competição. Aos 29 anos, Julian Nagelsmann liderou o pequeno clube nesta terça-feira a um resultado que ficará marcado em sua história. Pela primeira vez em quase 120 anos de existência, a equipe derrotou o Bayern de Munique, por 1 a 0, em casa.

O resultado manteve o incrível momento do Hoffenheim. Nesta edição do Alemão, são 13 vitórias, 12 empates e somente duas derrotas para equipe, campanha que lhe coloca na terceira colocação na tabela, com 51 pontos, e hoje lhe daria uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões. Mesmo com a derrota, o Bayern é líder isolado da tabela, com 65 pontos, 13 à frente do vice-líder RB Leipzig.

Embalado, o Hoffenheim começou em cima nesta terça e abusando das jogadas com Kramaric, que levou perigo em duas oportunidades nos primeiros minutos. Logo após o apito inicial, o atacante só não marcou porque foi travado por Rafinha. Já aos sete, ele aproveitou saída de jogo errada de Renato Sanches e bateu cruzado, para fora.

No minuto seguinte, Amiri chegou a perder chance incrível, de frente para Ulreich, que defendeu. Mas aos 20, o reserva de Neuer mostrou não ter mesmo a qualidade de um dos melhores goleiros do mundo. Após bola afastada por Hummels, Kramaric dominou na meia-lua e encheu o pé. Ulreich chegou a tocar na bola, mas não impediu que ela morresse na rede.

O gol diminuiu um pouco o ritmo da partida, mas as equipes voltaram a levar perigo nos últimos minutos do primeiro tempo. Aos 40, Demirbay saiu sozinho na área após ótima troca de passes, mas desta vez Ulreich mostrou reflexo para desviar e impedir o segundo. Já aos 44, Coman arrancou e cruzou para Lewandowski, que desviou na trave.

O Bayern voltou disposto a buscar o empate no segundo tempo e passou a pressionar os donos da casa. Aos nove minutos, Lewandowski ficou com a sobra na entrada da área e bateu firme, no canto direito, mas Baumann voou para fazer uma grande defesa.

O time bávaro dominava o campo de ataque, mas parava na muralha montada pelo Hoffenheim à frente da área. As chances eram raras, e, quando criadas, eram desperdiçadas por um ataque pouco inspirado dos visitantes.

Isto até os 49 minutos, quando os visitantes chegaram uma última vez na base da bola parada. Após longo cruzamento da esquerda, Hummels aproveitou cochilo do adversário, conseguiu dominar de cabeça e encheu o pé. Mas Baumann, novamente bem colocado, garantiu o triunfo.

DORTMUND VENCE

Também na briga por uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões, o Borussia Dortmund levou a melhor sobre o Hamburgo nesta terça-feira. Em casa e com uma atuação segura, os comandados de Thomas Tuchel ampliaram a crise do adversário ao vencerem por 3 a 0.

O resultado levou o Dortmund a 50 pontos, na quarta colocação que hoje o colocaria na fase preliminar da Liga dos Campeões e na cola justamente do Hoffenheim. Já o Hamburgo é apenas o 14.º colocado com 30 pontos, um acima do Augsburg, que hoje disputaria o playoff contra o rebaixamento.

A vitória do Dortmund começou a ser desenhada aos 12 minutos, quando Gonzalo Castro cobrou falta com categoria e abriu o placar. No segundo tempo, apareceu a estrela de Aubameyang. Aos 35, ele ganhou na velocidade do zagueiro e deixou Kagawa sem goleiro para marcar. Já nos acréscimos, aproveitou assistência do japonês para driblar o goleiro e deixar sua marca.

OUTROS RESULTADOS

Outro time que vai fazendo bonito no Alemão é o Colônia, que derrotou o Eintracht Frankfurt por 1 a 0, nesta terça-feira, e subiu para 40 pontos, na quinta colocação. Já o Werder Bremen recebeu o Schalke 04 e levou a melhor por 3 a 0, resultado que mantém ambos no meio da tabela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.