Hoffenheim demite técnico após eliminação na Alemanha

O Hoffenheim anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Holger Stanislawski, um dia depois de o time perder por 1 a 0 para o Greuther Fuerth, da segunda divisão do futebol alemão, em casa. A inesperada derrota eliminou a equipe da Copa da Alemanha já nas quartas de final.

AE-AP, Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 10h37

Stanislawski havia sido contratado pelo Hoffenheim no começo desta temporada do futebol do país. Ele deixou o St. Pauli, outra equipe da segunda divisão alemã, e assinou um contrato para dirigir o time até 2014. Porém, nesta quinta o clube confirmou a rescisão do compromisso em comum acordo entre as duas partes.

Eliminado precocemente da Copa da Alemanha, o Hoffenheim também vai mal no Campeonato Alemão, no qual só ganhou uma das suas últimas dez partidas. Com isso, a equipe ocupa atualmente a oitava colocação da tabela, 19 pontos atrás do líder Borussia Dortmund.

O Hoffenheim ainda não anunciou um substituto para Stanislawski, mas a imprensa alemã especula que o principal candidato a assumir o cargo é Marks Babbel, ex-técnico de Stuttgart e Hertha Berlin, clube do qual foi demitido em dezembro passado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolHoffenheim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.