Eddie Keogh/Reuters
Eddie Keogh/Reuters

Holanda bate Inglaterra em Londres em jogo emocionante

Robben faz gol decisivo aos 47 do segundo tempo e sacramenta vitória por 3 a 2

AE, Agência Estado

29 de fevereiro de 2012 | 19h05

Vindo de três jogos sem vencer, a Holanda, terceira colocada do ranking da Fifa, encerrou em grande estilo a sua má fase. Nesta quarta-feira, em Wembley, venceu a Inglaterra por 3 a 2, numa excelente partida amistosa. Robben e Huntelaar fizeram dois gols em sequência, aos 11 e aos 13 minutos do segundo tempo, a Inglaterra chegou ao empate com gols de Cahill e Young, aos 39 e aos 45, mas Robben decretou a vitória aos 47.

A última vítima da Holanda havia sido Moldova, em outubro (só por 1 a 0, em casa). Depois, os atuais vice-campeões mundiais perderam para a Suécia, empataram com a Suíça e levaram de 3 a 0 da Alemanha. Já a Inglaterra vinha em trajetória oposta: havia batido Suécia e Espanha nos seus dois últimos jogos, ambos em Londres, e não sabia o que era perder desde a derrota para a França, em novembro de 2010.

O jogo desta quarta-feira em Wembley foi o primeiro da Inglaterra sem Fabio Capello, que deixou a seleção por não concordar em tirar a braçadeira de capitão de John Terry. O interino Stuart Pierce foi quem comandou a equipe na derrota para a Holanda.

Depois de um primeiro tempo morto, a Holanda abriu o placar com Robben. Ele arrancou do campo de defesa em contra-ataque, não foi marcado e bateu rasteiro, sem chances para Hart. Dois minutos depois, Kuyt apareceu pela direita e cruzou para a área. Huntalaar subiu mais que Smalling e marcou de cabeça.

No lance, porém, o holandês e o inglês se chocaram de cabeça. Smalling caiu imóvel no chão e demorou a reagir. Saiu de maca, imobilizado. Huntelaar também se machucou, mas conseguiu se recuperar. Mesmo assim, foi substituído.

Quando o jogo parecia definido, aos 39, Baines deu lindo passe em profundidade para Cahill, que cortou Mathijsen e marcou um belo gol. Depois, aos 45, Jones recebeu de Walcott e tocou para Young, que bateu na saída do goleiro, deixando tudo igual. A Holanda, ao invés de lamentar o empate, foi para o ataque e conseguiu o terceiro gol. Em sua jogada tradicional, Robben recebeu na área, cortou para a esquerda e bateu cruzado, sem chances para Hart.

MAIS RESULTADOS - Na inauguração do Estádio Nacional de Varsóvia, onde vai ser jogada a partida inaugural da Eurocopa, a Polônia não saiu de um empate sem gols com Portugal. Cristiano Ronaldo esteve em campo até os 31 do segundo tempo, quando foi substituído por Ricardo Quaresma.

Todos os times que vão disputar a Eurocopa jogaram nesta quarta-feira. Outra anfitriã da competição continental, a Ucrânia visitou Israel e venceu por 3 a 2. A Rússia também venceu fora de casa, fazendo 2 a 0 na Dinamarca, próxima adversária do Brasil. A Suécia foi mais uma a ir bem longe dos seus domínios, vencendo a Croácia por 3 a 1.

Em casa, a Grécia empatou em 1 a 1 com a Bélgica. O mesmo resultado teve o confronto entre Irlanda e República Checa, que jogaram em Dublin.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolHolandaInglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.