Holanda, com time reserva, ganha de virada do México

A Holanda - com uma equipe reserva - venceu, de virada, por 2 a 1, o México, nesta quinta-feira. O amistoso de preparação pra a Copa do Mundo aconteceu em Eindhoven, na Holanda, e um jogador da equipe local, o PSV, foi o destaque da partida: o atacante Dirk Kuyt.Jogando sempre atacando muito, a Holanda pressionou o México por todo o primeiro tempo, mas parou nas mãos do goleiro mexicano, Oswaldo Sánchez. Aliás, o México atuou com sua equipe titular e até os 19 minutos do primeiro tempo, não havia dado um chute sequer à meta de Stekelenburg.Porém, foi exatamente neste momento em que o atacante Borgetti mostrou sua fama de goleador e bom cabeceador. Depois de um escanteio da direita, Borguetti, sozinho, cabeceou e abriu o marcador para os mexicanos.A Holanda seguiu no ataque, mas sempre parando em Sánchez. Como aos 30 minutos, quando Sneijder bateu falta no ângulo esquerdo do arqueiro mexicano, que conseguiu espalmar para fora.De volta para o segundo tempo, o técnico do México, o argentino Ricardo Lavolpe, fez várias substituições. Porém, a partida seguiu igual, com o México só se defendendo e a Holanda pressionando.Logo aos dois minutos, Hesselink perdeu um gol feito após cruzamento rasteiro de Kuyt.Mas aos sete o zagueiro Heitinga conseguiu superar Sánchez, a "muralha" mexicana, e após um escanteio da esquerda, adiantou-se aos zagueiros do México e cabeceou para empatar da partida. E a virada não demorou. Aos 11 o jovem atacante Babel não desperdiçou um cruzamento de Kuyt, desta vez alto, para acertar um belo chute de primeira cruzado e virar o placar: 2 a 1 para a Holanda.Mesmo atrás do marcador, o México continuou mal na partida e a Holanda perdeu, pelo menos, mais uma grande chance com Babel, que após ótimo passe de Kuyt, conseguiu chutar para fora de um gol vazio. Mas mesmo perdendo muitas oportunidades, a seleção holandesa mostrou que vem forte para o mundial, pois jogou bem, com sua equipe reserva, contra um adversário considerado uma das "surpresas" da Copa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.