Holanda dispensa jovens atletas chamados para emergência

O técnico da Holanda, Marco van Basten, está tão confiante de que poderá contar com sua melhor formação durante a Copa que decidiu dispensar, nesta sexta-feira, os dois jovens jogadores que foram chamados para integrar a seleção em caso de necessidade - um dia antes da data final para a inscrição definitiva na Fifa.No início desta semana, a equipe tinha cinco jogadores contundidos. No entanto, ao longo da semana todos se recuperaram, o que tornou desnecessária a permanência de Stijn Schaars e Nigel de Jong com a delegação. "As perspectivas são muito boas; com isso, não é mais preciso que Schaars e De Jong permaneçam com o grupo. Nossa equipe de 23 jogadores não será modificada", informou a Federação de Futebol da Holanda, em comunicado. No último sábado, Schaars e De Jong conquistaram o título do Campeonato Europeu de seleções, categoria sub-21.Quando Philip Cocu participou da sessão de treinos realizada nesta quinta-feira, ficou claro que sua contusão havia sido superada. Da mesma forma, não apresentaram problemas os jogadores de meio-de-campo Wesley Sneijder e Rafael van der Vaart - que não joga uma partida oficial há dois meses, devido a uma operação no tornozelo. Os defensores Giovanni van Bronckhorst e Kew Jaliens também participaram do treinamento sem se ressentir de contusões.Nesta sexta, a Holanda optou por uma sessão de treinos a portas fechadas. Para o sábado, está previsto o último treinamento antes da estréia, marcada para o domingo, contra a seleção da Sérvia e Montenegro, em Leipzig.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.