Holandês assume Tunísia para duelo por vaga na Copa

O holandês Ruud Krol será o técnico da seleção da Tunísia no decisivo duelo com Camarões, válido pelas Eliminatórias Africanas, que definirá um dos cinco representantes do continente na Copa do Mundo de 2014. Ele vai substituir Nabil Maaloul, após a Federação Tunisiana de Futebol aceitar formalmente o pedido de saída do treinador, feito antes da reviravolta que classificou a equipe para a fase final do torneio classificatório.

AE-AP, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 09h45

Krol vai assumir o comando da seleção inicialmente por dois meses, mas seguirá dirigindo o CS Sfaxien, o atual campeão tunisiano. O ex-jogador holandês, de 64 anos, negociará uma possível permanência por maior tempo no comando da Tunísia caso a seleção se classifique para a Copa do Mundo de 2014, de acordo com a federação.

O novo técnico da Tunísia fez parte de uma das principais gerações do futebol holandês, tanto que foi titular da seleção vice-campeã mundial em 1974 e 1978, além de ter conquistado vários títulos pelo Ajax. Como técnico, tem passagens principalmente por equipes do futebol africano e também já dirigiu a seleção do Egito.

Na reunião do seu conselho, a federação da Tunísia também aceitou o pedido de demissão de Maaloul. Ao renunciar ao cargo, ele criticou os seus jogadores depois da derrota por 2 a 0 para Cabo Verde, em casa, no dia 7 de setembro, na rodada final da fase de grupos das Eliminatórias Africanas.

A Tunísia estava eliminada com a derrota, mas acabou herdando uma vaga no mata-mata decisivo depois que Cabo Verde perdeu os pontos do duelo pela escalação de um jogador irregular.

Após disputar três Copas do Mundo consecutivas (1998, 2002 e 2006), a Tunísia ficou fora do torneio de 2010. Agora, sob o comando de Krol tentará se classificar novamente para uma Copa. A equipe receberá em outubro a seleção de Camarões e depois decidirá o confronto, fora de casa, em novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolTunísiaRuud Krol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.