Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Homem morre após cair de arquibancada superior para fora do Morumbi

Bruno Pereira da Silva pulou uma grade para tentar trocar de setor e se desequilibrou, caindo para fora do estádio

Renan Fernandes, O Estado de S. Paulo

26 de março de 2017 | 17h08

* Nota atualizada às 17h57, com a informação de que o torcedor havia falecido.

Bruno Pereira da Silva, de 23 anos, torcedor do São Paulo e natural de Pindamonhangaba, morreu neste domingo após cair da arquibancada superior do Morumbi momentos antes do clássico entre a equipe da qual era torcedor e o Corinthians. Ele tentava trocar de setor, mas caiu para fora do estádio, próximo ao portão 17, em cima de um veículo estacionado no local. Na queda, Bruno sofreu múltiplos ferimentos na cabeça, braços e também pernas – teve fratura exposta.

Em estado grave, o torcedor recebeu massagem cardíaca dos socorristas do estádio e foi levado em uma ambulância ao Hospital Municipal do Campo Limpo, que também fica na zona sul da cidade. Contudo, ele não resistiu aos ferimentos e chegou ao local já sem vida – médicos do pronto-socorro atestaram o óbito. Bruno tinha dois filhos.

As primeiras informações davam conta de que Bruno seria um vendedor ambulante, mas outras pessoas alertaram que ele era um torcedor comum e que havia chegado ao estádio com amigos em uma caravana que saiu da cidade de Pindamonhangaba, no interior do Estado.

Amigos de Bruno foram levados ao 89.º Distrito Policial, onde o boletim de ocorrência da morte foi registrado. De acordo com relato de Carlos Bezerra Silva, um de seus colegas, era a primeira vez que o torcedor visitava o estádio do seu time. Emocionado e chorando muito na delegacia, o torcedor disse que todos os amigos que estavam com Bruno pediram para ele não tentar saltar a grade.

Bruno tentou sair das antigas arquibancadas amarelas, que ficam localizadas atrás do gol do portão principal, e ir para as arquibancadas vermelhas, setor central acima das cabines de televisão, próximo ao portão 17 do Morumbi, quando se desequilibrou ao tentar pular as grades e caiu para fora do estádio. Foi descartada qualquer possibilidade de falha estrutural do estádio como causa da queda do torcedor.

SALTOS EM SÉRIE

A cena é muito comum no estádio do São Paulo. Neste domingo mesmo, centenas de torcedores fizeram o mesmo entre as arquibancadas do estádio, que mais uma vez teve torcida única, por determinação do Ministério Público e da Secretaria de Segurança. Nenhum torcedor foi impedido de saltar as grades pelos policiais militares que estavam no local.

Em 2003, um torcedor do Corinthians tentou sair da arquibancada vermelha e ir para a laranja, mas caiu nas grades que separam as cativas das numeradas – teve baço e intestino perfurado por lança da grade, além de ter quebrado o fêmur.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.