Laurence Griffiths / AFP
Laurence Griffiths / AFP

Homem é preso por insultos racistas contra trio da seleção inglesa na final da Eurocopa

Jonathon Best, de 52 anos, foi condenado a dez semanas de prisão pelo Tribunal de Magistrados de Willesden, em Londres

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de novembro de 2021 | 14h33

Um homem de 52 anos foi condenado a dez semanas de prisão nesta terça-feira por injúria racial contra jogadores da seleção inglesa na final da Eurocopa, em julho. Jonathon Best, que trabalha como motorista de empilhadeira, ofendeu com insultos racistas Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka em uma transmissão ao vivo no Facebook pouco tempo após o fim da decisão. Os três jogadores perderam os pênaltis na disputa que sagrou a Itália campeã do torneio. 

Best foi condenado no Tribunal de Magistrados de Willesden, em Londres. Segundo o Crown Prosecution Service (CPS, sigla em inglês), agência pública criminal do Reino Unido, o homem se confessou culpado de enviar pela rede de comunicação pública uma mensagem ou assunto grosseiramente ofensivo, indecente, obsceno ou ameaçador.

"Enquanto a maioria da nação se orgulhava de os Três Leões terem alcançado sua primeira final internacional em mais de 50 anos, Jonathon Best acessou o Facebook para transmitir ao vivo uma enxurrada de abusos racistas contra os três jogadores que perderam os pênaltis durante o jogo", disse o CPS. 

As autoridades tomaram conhecimento do vídeo com os insultos racistas depois que um dos amigos de Best relatou as imagens à polícia e ao Facebook. Ele tomou a decisão após o homem se recusar a retirar a publicação das redes sociais. 

"Não há absolutamente nenhum espaço no jogo, nem em nenhum outro lugar, para o racismo", acrescentou o CPS. 

O caso de Best foi apenas um entre as várias ofensas que Rashford, Sancho e Saka sofreram após a partida. Os jovens atacantes entraram na prorrogação e foram escalados para bater as penalidades após a partida terminar empatada por 1 a 1. Os três jogadores perderam suas respectivas cobranças e a Inglaterra adiou o sonho de vencer a competição pela primeira vez. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.