Carl Recine / Reuters
Carl Recine / Reuters

Homem é preso por suposto ataque racista a jogador do Manchester City

Karl Anderson teria agredido Raheem Sterling horas antes da partida contra o Tottenham

Estadão Conteúdo

20 de dezembro de 2017 | 09h30

As autoridades inglesas revelaram na noite desta terça-feira que um homem foi denunciado e preso pelo suposto ataque racista contra o meia Raheem Sterling, do Manchester City e da seleção inglesa.

+ Gabriel Jesus relembra carreira: 'Em 2014, pintava minha rua para a Copa'

+ City passa pelo Leicester nos pênaltis e vai à semifinal da Copa da Liga Inglesa

A suposta agressão foi denunciada pelo jornal The Daily Telegraph. Segundo o periódico, o jogador de 23 anos foi alvo de chutes e ofensas raciais quando chegou ao CT, antes do jogo válido pelo Campeonato Inglês, do qual o Manchester City é o líder disparado, com uma das maiores vantagens da história da competição.

De acordo com a polícia local, o denunciado é Karl Anderson, de 29 anos. Ele foi mantido em custódia pelas autoridades antes de ser levado ao tribunal, nesta quarta-feira.

Apesar do suposto episódio, Sterling foi um dos destaques da partida contra o Tottenham, disputado horas depois da suposta agressão. Ele marcou dois gols na vitória por 4 a 1 que deixou o City com 11 pontos de vantagem sobre o vice-líder Manchester United.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.