Honduras e Equador duelam por vitória em Curitiba

Honduras e Equador, que perderam os primeiros jogos na Copa, vão buscar uma vitória quando se enfrentarem na sexta-feira, em Curitiba, num jogo em que ambos treinadores esperam a eliminação de seus ex-times.

KEITH WEIR, REUTERS

19 de junho de 2014 | 12h13

Numa rara coincidência, a seleção de Honduras é liderada por Luis Fernando Suárez, o técnico que levou o Equador às oitavas de final em 2006, seu melhor desempenho em uma Copa.

Por sua vez, o Equador tem como técnico Reinaldo Rueda, que dirigiu Honduras na Copa de 2010, torneio em que o time não superou a primeira fase nem fez gols.

Para aumentar a sensação de familiaridade, os dois técnicos são colombianos.

"Passei grandes momentos em Honduras, mas agora estou aqui e como sempre temos a obrigação de vencer", disse Rueda esta semana.

"Acredito que Honduras é uma grande equipe, não há dúvidas de sua potência. Não começou bem, mas vai querer vencer igual a nós", acrescentou.

Esse será o primeiro encontro oficial entre os dois times, que disputaram 13 amistosos e empataram oito vezes.

A ideia do empate não serve a nenhum dos dois times, uma vez que ambos precisam vencer para manter esperanças realistas de avançar em um Grupo E que também inclui França e Suíça.

"Devo ter tido quatro ou cinco (jogadores) de seu atual time quando estive aí, então conheço algo deles", disse Suárez sobre a seleção equatoriana.

"Mas não é uma vantagem real jogar contra outro time latino-americano", declarou Suárez à Reuters antes do torneio.

Tudo o que sabemos sobre:
COPASOCCERWOLRDM26HONECU*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.