Honduras pede desculpas por doping

A delegação de Honduras apresentou hoje um pedido formal de desculpas à Confederação Sul Americana de Futebol pelo doping do jogador Oscar Lagos. O exame do atleta detectou a presença de cocaína e maconha nas amostras. O pedido de desculpas foi apresentado pelo médico da seleção, Oscar Benítez, que viajou até Bogotá para verificar a segunda amostra de urina do jogador, colhida no último dia 13, após a partida entre Honduras e Costa Rica. ?Estamos muito tristes com o que aconteceu, e queremos levantar o astral dos jogadores?, disse Benítez, ao retornar a Manizales. ?Pedimos desculpas pelo erro de Lagos. O jogador admitiu diante da delegação que cometeu uma falta grave?, afirmou.Segundo o médico, a delegação se colocou à disposição da comissão anti-doping da Confederação, para o caso de a entidade julgar oportuno realizar exames em outros atletas. Com isso, se espera que a imagem da seleção hondurenha não seja colocada sob suspeita.O chefe da delegação, Alfredo Hawit, afirmou que Lagos provavelmente consumiu as drogas antes do início da Copa América, quando ainda estava em férias. O jogador regressou a Honduras no domingo, mas até agora não foi visto em seu país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.