Hooligans causam tumulto e enfrentam a polícia na Alemanha

Um grupo de 800 torcedores atacou policiais depois de uma partida de futebol no leste da Alemanha, no sábado, que resultou em dezenas de feridos, segundo declaração da polícia feita neste domingo. Os torcedores do Lokomotive Leipzig atiraram pedras e blocos de concreto, ferindo 36 policiais e seis espectadores, depois de uma partida da Copa da Saxônia entre o time local e o Erzgebirge Aue II. Um policial teve que disparar para o alto para afastar alguns torcedores, depois de ser separado de seus colegas, e outro foi ferido na perna por um tiro de sinalizador. Cinco pessoas estão sob custódia da polícia, que está examinando vídeos da partida para tentar identificar mais agressores no mais recente surto de violência envolvendo clubes alemães das divisões inferiores. Em uma declaração em seu site oficial, o Lokomotive Leipzig disse que condena a violência nos termos mais fortes possíveis e que o clube se distancia desses "supostos" torcedores. "Apoiamos totalmente as autoridades na busca dos culpados, para que possam ser conduzidos à justiça", diz o clube na declaração. O custo dos danos foi estimado em 12 mil euros, sem incluir 21 viaturas atacadas.Em outubro do ano passado, a Associação de Futebol Alemã criou uma força-tarefa para estudar maneiras de lidar com o problema depois de um aumento acentuado na violência, incluindo uma revolta após uma partida da terceira divisão que resultou em 23 policiais feridos e 22 prisões.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2007 | 17h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.