Divulgação
Divulgação

Hudson prevê dificuldades para o São Paulo em Criciúma

Volante alerta para ritmo forte do adversário catarinense, que joga em casa no próximo domingo e busca sair da lanterna do Brasileirão

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

31 de outubro de 2014 | 18h42

Nem mesmo o fato de encarar o lanterna do Campeonato Brasileiro deixa o São Paulo tranquilo. Para os jogadores, o duelo contra o Criciúma neste domingo pode reservar dificuldades para a equipe, que ainda sonha com o título e precisa da vitória para seguir à caça do líder Cruzeiro.

Para Hudson, o Criciúma deve imprimir um ritmo forte para tentar sair da última colocação e será preciso que o time paulista esteja ligado desde o primeiro minuto para evitar ser surpreendido.

"Será um jogo muito difícil. No primeiro turno não conseguimos vencê-los. Teremos que superar o desgaste e o desespero deles. Temos a obrigação de vencer para continuar sonhando com o título. Teremos que estar muito centrados para conseguir o que queremos", afirmou o jogador.

Com 56 pontos, o São Paulo está a cinco dos mineiros e torcem por uma derrota dos rivais para o Botafogo, no Mineirão. Uma derrota do atual campeão somado a um triunfo são-paulino em Criciúma reduziria a vantagem para apenas dois pontos, com seis rodadas a serem disputadas.

"É mais uma chance que teremos. Temos que torcer por uma derrota do Cruzeiro, mas achamos que podemos buscar essa possibilidade. Eles vêm de alguns tropeços e estamos numa crescente", emendou Hudson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.