Hughes deixa Ferdinand decidir se cumprimentará Terry

O técnico do Queens Park Rangers, Mark Hughes, afirmou nesta sexta-feira que Anton Ferdinand é quem decidirá se vai cumprimentar com o tradicional aperto de mão antes do jogo o zagueiro John Terry, do Chelsea, neste sábado, no duelo entre os clubes pela quarta rodada do Campeonato Inglês.

AE-AP, Agência Estado

14 de setembro de 2012 | 11h38

A partida entre Queens Park Rangers e Chelsea marcará o primeiro encontro entre os dois jogadores desde que Terry foi absolvido em julho por um tribunal da acusação de abuso racial durante um confronto na temporada passada. Questionado sobre o assunto, Roberto di Matteo, técnico do Chelsea, disse que Terry vai oferecer a mão para Ferdinand no ritual antes do jogo.

A reação de Hughes, porém, foi diferente. O técnico disse que Ferdinand deve se comportar da forma que desejar. "Todo mundo tem sua própria cabeça e vai tomar uma decisão pessoal", disse o treinador.

Hughes evitou criticar a decisão de Premier League, responsável pela organização do Campeonato Inglês, de realizar o ritual de aperto de mão, o que não aconteceu nas últimas duas partidas entre Queens Park Rangers e Chelsea. "Isto não é um problema", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.