Hugo agrada Passarella e pode jogar 5ª

Roger que se cuide no Corinthians. Daniel Passarella gostou tanto do desempenho do estreante Hugo no jogo de sábado, contra a equipe da Barbarense, que está pensando em dar-lhe uma nova chance no próximo jogo, quinta-feira, contra o Guarani, no Brinco de Ouro, em Campinas. Hugo foi um dos destaques da equipe ao lado do jovem Rosinei, que atuou improvisado como ala, na direita, e marcou dois dos três gols corintianos na vitória sobre a Barbarense, por 3 a 1. Passarella, no entanto, foi cuidadoso ao falar sobre o futuro de Roger. O treinador evitou fazer comparações entre os dois meias. "O Roger sempre faz falta. Ele está trabalhando para recuperar a melhor condição física e logo voltará à equipe", diz o argentino. O treinador também evitou elogiar demais Hugo para evitar especulações. Preferiu falar do Corinthians como um todo. No geral, gostou do que viu, apesar da fragilidade do adversário. "Acho que foi a melhor exibição do time sob o meu comando. Mas temos de lembrar que o adversário não exigiu muita coisa. Mesmo assim, é bom saber que o desempenho foi bom, e, principalmente, que houve um crescimento". Apesar das palavras de otimismo, Passarella continua achando que o melhor momento da equipe foi contra o Palmeiras. "Tivemos bons momentos naquele clássico, até porque o nível de exigência também foi bem maior". Passarella, no entanto, não deu a menor pista se na próxima partida vai manter a base da equipe de ontem, ou se fará novas experiências. Mesmo assim, os jogadores que entraram no time, sábado, ficaram animados com a chance - especialmente o garoto Rosinei. "Venho trabalhando forte à espera dessa chance. Sofri uma lesão no começo do campeonato que me prejudicou. Além disso, o Passarella praticamente não me conhecia. Agora que me deu essa oportunidade jogando na direita, penso que minhas chances ficaram um pouco maiores". A esperança do garoto Rosinei é a mesma do companheiro Hugo. "O primeiro passo eu dei. Consegui deixar uma boa impressão. O resto vem com o trabalho".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.