Hugo ataca Kia Joorabchian na apresentação no São Paulo

Não precisou muito tempo para o meia-atacante Hugo causar polêmica logo após a sua apresentação oficial no São Paulo, nesta sexta-feira. O novo reforço do atual campeão brasileiro para a temporada disse que deixou o Corinthians no início do ano passado por causa do iraniano Kia Joorabchian, presidente da MSI, parceira da equipe do Parque São Jorge.?Na época que estava lá (no Corinthians), o Kia queria que só os outros jogadores, os que ele havia acertado a contratação, atuassem", disse Hugo à TV Record. "Sai jogando algumas vezes quando trabalhava com o treinador Márcio Bittencourt (atuou como titular em algumas partidas do Paulista 2005), mas acabei perdendo espaço após a saída dele", completou o jogador, que foi um dos destaques do Grêmio no último Nacional."Quem me levou foi o Corinthians foi o presidente Alberto Dualib. Não fui titular, mas todas as vezes que joguei ganhamos. Mas, eu fico feliz por ter sido campeão no Brasileiro pelo Corinthians (em 2005) e não guardo magoas de ninguém", acrescentou o meia-atacante, que já defendeu as categorias de base do São Paulo."Tive um momento muito bom dentro no clube na minha primeira passagem. Conquistamos o Paulista sub-20 e ficamos em segundo lugar na Copa São Paulo de Futebol Júnior (em 2001). Estou muito feliz por estar de volta e poder vestir novamente essa camisa", comentou Hugo, que barrou o craque Kaká, do Milan, na época. "O treinador preferiu colocar Harison e eu no time, e acabamos tendo sucesso."Hugo deverá herdar a vaga de titular deixada por Danilo, que acertou a sua transferência para o Kashima Antlers, do Japão. A contratação do ex-gremista, que foi um pedido do treinador Muricy Ramalho, já estava sendo sondado pelo São Paulo antes mesmo do término do Campeonato Brasileiro - o atleta marcou oito gols com a camisa do clube gaúcho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.