Marcelo Cortes/Flamengo
Marcelo Cortes/Flamengo

Hugo Moura destaca maturidade do Flamengo em vitória sobre o Vasco

Volante aprova atuação e experiência demonstrada pelo time rubro-negro, que atuou com uma formação inteiramente reserva

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de janeiro de 2020 | 00h40

Os garotos do Flamengo que iniciaram o Campeonato Carioca tiveram a chance de disputar o primeiro clássico na Taça Guanabara. Vencer o rival Vasco, por 1 a 0, no Maracanã, foi motivo de muita comemoração ao final do jogo, nesta quarta-feira, pela segunda rodada do primeiro turno. Para o volante Hugo Moura, o time teve maturidade para triunfar.

"Foi uma experiência muito grande para todos nós. Sofremos uma pressão no primeiro tempo, mas o segundo tempo foi mais calmo. Acho que nosso time soube segurar o placar. Foi um jogo bom, porque dentro do Maracanã nós conseguimos a vitória", disse o volante que teria sido indicado pelo técnico Abel Braga para defender o Vasco nesta temporada.

Mas o jogador garante que não sabe de nada, nem tem interesse em deixar a Gávea neste momento. "Não estou sabendo de nada. O meu empresário também não e ninguém me falou nada. Quero continuar no Flamengo e nem sonho em sair daqui agora que estou tendo chance de jogar como titular. Foi emocionante disputar este clássico no Maracanã" finalizou.

Como costuma fazer o time principal, os jogadores se uniram no meio do campo após o jogo para agradecer a torcida. Um gesto que sempre foi conduzido pelo técnico Jorge Jesus. Desta vez foi comandado por Maurício Souza, que dirige os jogadores do time sub-20.

Alguns atletas, porém, ficaram inibidos e evitaram entrevistas após o jogo. Outros não perderam a chance de conversar com a imprensa. Para o meio-campista Pepe, "o mais importante foi a vitória, apesar do sufoco que passamos. O jogo foi bem disputado e nossa proposta de jogo era justamente esperar o Vasco no nosso campo. Esta proposta funcionou e nós vencemos", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.