Estela Silva/EFE
Estela Silva/EFE

Hulk volta ao estádio do Dragão para enfrentar o clube que o consagrou

Contra o Porto, atacante brasileiro fará sua partida de n.º 50 pelo Zenit

O Estado de S. Paulo, Com agência Reuters

21 de outubro de 2013 | 18h07

SÃO PAULO - Porto e Zenit São Petersburgo se enfrentam nesta terça-feira, no estádio do Dragão, em jogo válido pela terceira rodada do Grupo G da Liga dos Campeões da Europa. O jogo vale a vice-liderança da chave - o Atlético de Madrid está na ponta, com seis pontos em duas partidas - e tem como ingrediente extra o primeiro jogo de Hulk contra o ex-clube.

A importância de Hulk na história do Porto é tanta que o clube construiu uma estátua para o atacante, instalada em frente ao museu do time português. Hulk atuou durante pouco mais de quatro temporadas na equipe, período em que realizou 181 partidas, marcando 87 gols e dando 51 assistências. Com a camisa do clube, o brasileiro conquistou quatro campeonatos portugueses, três Taças de Portugal, duas Supercopas e uma Liga Europa. O atacante é ainda o maior artilheiro da história do estádio do Dragão, com 44 gols marcados.

"Hulk tem um passado lindo no Porto. Ele será bem-vindo nesta casa, mas amanhã (terça) ele é nosso adversário", lembrou o técnico da equipe portuguesa, Paulo Fonseca. O atacante brasileiro, por sua vez, prometeu não comemorar se marcar um gol contra o ex-clube. Mesmo assim, espera sair do estádio que o consagrou com os três pontos. "Quero jogar e ajudar o Zenit a obter uma vitória, que será muito importante para nós." A última vez que Hulk atuou no estádio do Dragão foi em 25 de agosto de 2012. Na ocasião, ele marcou um dos gols da vitória de 4 a 0 do Porto sobre o Vitória de Guimarães, pelo Campeonato Português.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.