Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Hyuri fica fora de treino e pode trocar o Atlético-MG pela China

Atacante vem sendo pouco utilizado por Roger Machado

Estadão Conteúdo

27 Fevereiro 2017 | 19h42

O técnico Roger Machado começou a preparar os reservas do Atlético Mineiro para o duelo da próxima quarta-feira com a Chapecoense, na Arena Condá, pela última rodada da fase de grupos da Copa da Primeira Liga com uma ausência. O atacante Hyuri não participou do treinamento na Cidade do Galo e pode estar de saída do clube.

Hyuri foi incluído na lista de relacionados para o confronto no interior catarinense, divulgado no último sábado, logo após o triunfo sobre o Democrata de Governador Valadares, pelo Campeonato Mineiro. E a sua ausência na atividade desta segunda chamou a atenção.

No Atlético desde o início de 2016, Hyuri havia atuado nos dois anos anteriores no futebol da China, pelo Guizhou Renhe. E é exatamente para o país asiático que ele pode voltar, segundo informações da rádio Inconfidência. Para isso, porém, a negociação precisa ser fechada rapidamente, pois a janela de transferências se encerra nesta terça-feira.

A possibilidade de o Atlético negociar Hyuri existe principalmente porque o jogador vem sendo pouco aproveitado pelo técnico Roger Machado, que só o utilizou durante parte do segundo tempo da estreia do time no Campeonato Mineiro, diante do América de Teófilo Otoni.

Sem a presença de Hyuri, a tendência é de que o Atlético encare a Chapecoense com a seguinte formação: Uilson; Carlos César, Jesiel, Felipe Santana e Leonan; Yago, Ralph e Cazares; Clayton, Rafael Moura e Carlos Eduardo.

O Atlético ocupa o segundo lugar do Grupo C da Primeira Liga e avança às quartas de final caso vença a Chapecoense - o empate também serve, desde que o Joinville não supere o Cruzeiro por três ou mais gols de diferença em 21 de março. A derrota elimina a equipe mineira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.