Iaúca volta à Portuguesa prometendo devolver time à elite nacional e paulista

'Quero voltar e colocar o time onde deixei, na primeira divisão', afirma dirigente

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2016 | 21h30

Longe do futebol da Portuguesa desde o fim de 2012, depois do Caso Héverton, que culminou com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro no "tapetão", Luis Iaúca está de volta ao clube e promete muito trabalho para recolocar a Lusa na elite - tanto do Brasileiro quanto do Paulista.

Luis Iaúca ainda não sabe qual função vai exercer na Portuguesa, o que deve ser definido pelo presidente Alexandre Barros, que ganhou a eleição realizada na semana passada. "Espero um futebol forte. Saí no fim de 2012 e deixei o time na primeira divisão do Brasileiro e do Paulista. Quero voltar e colocar o time onde deixei", afirmou Iaúca.

Vivendo o pior momento da sua história - Canindé indo para leilão, amargando a Série D do Brasileiro e a A2 do Paulista -, a Portuguesa passou por um processo eleitoral na segunda-feira da semana passada, quando o jornalista Alexandre Barros ganhou a disputa diante do dentista Marco Antônio Teixeira Duarte por 147 a 35 votos.

A estreia na Série A2 do ano que vem está marcada para o último final de semana de janeiro, quando recebe o Barretos, no Canindé. Os 20 clubes se enfrentam em turno único e os quatro melhores avançam para as semifinais, onde serão conhecidos os dois que conquistam o acesso à elite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.