Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Ibañez indica Fluminense com três zagueiros e pede foco apenas no Cuenca

Tricolor enfrenta equatorianos nesta quinta-feira, pela Copa Sul-Americana

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2018 | 17h38

O Fluminense encara o Deportivo Cuenca nesta quinta-feira, no Maracanã, na decisão de uma vaga às quartas de final da Copa Sul-Americana. Apesar do mistério adotado pelo técnico Marcelo Oliveira, a tendência é que a equipe entre em campo com três zagueiros, conforme indicou o zagueiro Ibañez em entrevista coletiva nesta quarta.

"Três zagueiros, muita gente vê como mais defensivo, mas eu penso que é um esquema mais ofensivo. Atacamos com os dois laterais, chegando mais ou menos com sete jogadores na frente. Vamos propor o jogo desde o início, manter a posse de bola", declarou.

Diante do Deportivo Cuenca, na vitória por 2 a 0 da ida, e da Chapecoense, na vitória por 2 a 1 pelo Brasileirão, o Fluminense viu o esquema com três zagueiros funcionar, mas contra o Grêmio, na derrota por 1 a 0 do fim de semana, não deu certo. Por isso, havia a expectativa sobre uma possível alteração do sistema, o que não deverá acontecer.

Independente do esquema em campo, porém, Ibañez pediu foco total no Cuenca e descartou que a vaga já esteja garantida, apesar da grande vantagem obtida na ida. "Sabemos que construímos uma vantagem muito boa na casa deles, mas não tem nada definido. Se passarmos de fase, a gente foca no próximo confronto."

O zagueiro ainda exaltou a festa que a torcida do Fluminense promete fazer na quinta, afinal, mais de 30 mil ingressos já foram vendidos. "Mais de 30 mil confirmados, né? Temos a expectativa de o estádio estar bastante cheio. É sempre bom ver a torcida do nosso lado, vai ser um 12º jogador. Estamos treinando forte esta semana para nos entrosarmos bem. Esperamos fazer uma boa partida como fizemos em Quito e Chapecó."

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.