Nicolas Tucat/AFP
Nicolas Tucat/AFP

Ibra xinga a França, depois se arrepende e pede desculpas

Atacante teria se irritado com atuação do árbitro em derrota do PSG

Estadão Conteúdo

15 Março 2015 | 19h33

A derrota para o Bordeaux neste domingo pelo Campeonato Francês deixou Ibrahimovic transtornado. O atacante do PSG deixou o estádio reclamando aos berros do árbitro e sobrou até para o povo francês.

"Em 15 anos como jogador de futebol, jamais vi um árbitro assim. Este país de m... não merece ter um time como o PSG. Somos muito bons para este país", disse em inglês. O Canal Plus TV, da França, flagrou as declarações, que rapidamente repercutiram.

Pelo Twitter, o ministro do Esporte francês, Patrick Kenner, exigiu uma retratação do jogador sueco. "A decepção de Ibrahimovic não justifica suas palavras insultantes contra o árbitro e contra o país que lhe acolhe. Ele precisa pedir desculpas."

O atacante respondeu prontamente em comunicado publicado no site oficial do clube. "Eu queria esclarecer que os meus comentários não foram dirigidos nem à França nem ao povo francês. Eu falei de futebol e somente disso. Perdi o jogo e aceito isso, mas não aceito quando o árbitro não conhece as regras. Esta não é a primeira vez que isso acontece. Falei aquilo no âmbito do nervosismo e todo mundo sabe que, nessas horas, as palavras podem não sair como a gente gostaria. Quero pedir desculpas se as pessoas se sentiram ofendidas."

Ibrahimovic marcou dois gols na derrota do PSG para o Bordeaux por 3 a 2. O resultado manteve a equipe na segunda colocação do Campeonato Francês com 56 pontos, agora com dois a menos do que o Lyon, que empatou sem gols neste domingo com o Olympique de Marselha, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.