Ibrahimovic decide voltar a defender a seleção sueca

Após conversas com o técnico Eric Hamren, atacante anuncia que fica na equipe e ganhará faixa de capitão

AE-AP, Agência Estado

16 de julho de 2010 | 10h15

O atacante do Barcelona Zlatan Ibrahimovic anunciou nesta sexta-feira que voltará a defender a Suécia, poucos meses depois de dizer que não iria mais jogar pela seleção do seu país. Ele havia decidido encerrar sua trajetória com a camisa sueca depois de fracassar junto com a equipe na tentativa de se classificar para a Copa do Mundo de 2010.

Ibrahimovic, que não atua pela Suécia há mais de nove meses, havia dito que perdeu a motivação de representar a seleção depois da derrota para a Dinamarca, em outubro, no confronto que levou o time dinamarquês para o Mundial. "Depois do último jogo (das Eliminatórias Europeias), quando não nos classificamos para o Mundial, perdi um pouco o ânimo e a motivação desapareceu. Por isso, decidi deixá-la (a seleção), não tinha vontade de jogar, sou um competidor e jogo para ganhar", ressaltou o jogador.

O astro de 28 anos explicou que resolveu voltar atrás em sua decisão depois de ter várias conversas com o novo técnico da seleção sueca, Eric Hamren, que dará a faixa de capitão da equipe a Ibrahimovic.

Hamren assumiu o cargo ocupado anteriormente por Lars Lagerback, que deixou o comando da seleção da Suécia depois do fracasso na tentativa de disputar o Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.