Ibrahimovic e Diego Costa despontam como artilheiros na Europa

Atacantes de Paris Saint-Germain e Chelsea são os protagonistas do início da temporada com muitos gols marcados em seus clubes

O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2014 | 15h24

Mal começou a temporada na Europa e alguns jogadores já chamam a atenção pelo futebol e gols marcados. Nesta quarta-feira, a Fifa divulgou relatório em que celebra o início matador de Zlatan Ibrahimovic, do Paris Saint-Germain, e do brasileiro Diego Costa, do Chelsea, em seus respectivos campeonatos locais.

Ao marcar três vezes na goleada do Paris Saint-Germain por 5 a 0 sobre o Saint-Étienne, Ibrahimovic chegou à marca de 250 gols em ligas nacionais. O jogador, que foi artilheiro das últimas duas edições do Campeonato Francês, também está à frente nessa temporada com cinco tentos em quatro jogos. Foi a sexta vez que o sueco balança a rede três vezes numa mesma partida, o chamado hat trick, com a camisa do clube.

Quem também anda enchendo o torcedor de orgulho é Diego Costa, que Felipão garantiu ao Estado que o levaria para a Copa. Após fazer grande temporada pelo Atlético de Madrid, com 36 gols, Diego Costa chamou a atenção de José Mourinho, que fez o Chelsea desembolsar 32 milhões de libras (R$ 117 milhões) em sua aquisição. E após três rodadas do Campeonato Inglês, a aposta do treinador português mostrou-se acertada. Conhecido pelo estilo brigador na área, o hispano-brasileiro já marcou quatro gols em três jogos e evidencia que sua última temporada no clube da capital espanhola não foi apenas uma boa fase.

Além de disputarem o título dos torneios nacionais e continentais por seus clubes, Ibrahimovic e Diego Costa também lutam por prêmios individuais nesta temporada. Sensações neste início de 2014/2015, os jogadores prometem dar mais alegria aos seus respectivos torcedores de seus times com gols, muitos gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.