Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Ibson perde vaga no time titular do Santos

Muricy Ramalho mexe na equipe após derrota diante do Figueirense na Vila Belmiro

Sanches Filho, Agência Estado

29 de setembro de 2011 | 20h27

SANTOS - Muricy Ramalho ainda não engoliu a fraca atuação do time na surpreendente derrota por 3 a 2 para o Figueirense, sábado passado, em plena Vila Belmiro, resultado que diminuiu muito as chances de o Santos ainda lutar pelo título do Campeonato Brasileiro. O treinador não criticou publicamente nenhum jogador, porém deixou claro que faltou atenção para evitar os dois contra-ataques que deram a vitória aos catarinenses. E tudo indica que vai sobrar para Ibson.

Mesmo com as ausências de Neymar, Danilo e Borges e de o time titular ter sido escalado com 12 jogadores de linha (mais o goleiro Vladimir), Ibson treinou entre os reservas no coletivo de uma hora e meia, na manhã desta quinta, no CT Rei Pelé. Ele é o reforço mais caro do segundo semestre, contratado do Spartak Moscou por 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 9 milhões), mas ainda não teve uma atuação convincente. Foi o escolhido para sair do time para que Elano, voltando de contusão, treinasse entre os titulares.

No coletivo desta quinta, o último da semana sem os quatro selecionáveis, além de escalar 13 jogadores, Muricy formou a defesa titular com três zagueiros e com um quarto - Éder Lima - no lugar de Léo, que cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O time contou com Vladimir; Edu Dracena, Durval e Bruno Aguiar; Crystian, Arouca, Henrique, Elano, Felipe Anderson e Eder Lima; Renteria, Diogo e Alan Kardec.

Sem ser brilhante, Renteria se movimentou bem e confirmou estar em condições físicas para jogar alguns minutos se Muricy continuar com a ideia de deixá-lo no banco, sábado à noite, em Volta Redonda. O colombiano foi contratado para que o treinador tenha à disposição um atacante de qualidade para quando decidir poupar Neymar, um dos jogadores mais desgastados do elenco.

VIAGEM

O Santos marcou o embarque para o Japão para as 23h35 do dia 5 de dezembro, no Aeroporto Internacional Cumbica, em Guarulhos. Na véspera, o time enfrentará o São Paulo, no Morumbi, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Será feita escala de um dia em Detroit, nos Estados Unidos, e a chegada a Nagoya, no Japão, será no dia 8. O retorno ao Brasil está previsto para o dia 20 de dezembro, com parada de seis horas em Nova York.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.