Icasa bate a Portuguesa e deixa degola provisoriamente

No Canindé, time nordestino ganha por 2 a 1, passa o Oeste e dorme fora da zona de rebaixamento graças ao número de vitórias

Estadão Conteúdo

24 de outubro de 2014 | 21h49

O Icasa aproveitou a crise interminável da Portuguesa para deixar a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o time cearense venceu por 2 a 1, no estádio do Canindé, em São Paulo, na abertura da 32.ª rodada, e vai dormir longe da degola.

Com a segunda vitória seguida - tinha batido o Ceará por 2 a 1 - o Icasa chegou aos 35 pontos e ultrapassou o Oeste, que começou a rodada como primeiro fora da zona de rebaixamento, no número de vitórias: 9 a 8. Caso os paulistas derrotem o Luverdense, neste sábado, o time cearense voltará à área da degola. A Portuguesa, por sua vez, segue na lanterna com 21 pontos, esperando o tempo para confirmar o rebaixamento à Série C.

O começo de jogo foi eletrizante e retratou bem o atual momento da Portuguesa. Sem alma, o time paulista foi presa fácil para o Icasa, que com menos de 10 minutos de bola rolando já estava vencendo por 2 a 0. Aos três, após cobrança de escanteio, Lucas Gomes finalizou, a bola saiu mascada e sobrou para Naylhor, na segunda trave, desviar para o gol.

Os visitantes mantiveram o ritmo e aumentaram cinco minutos depois. Ivonaldo tabelou com Erik pelo lado direito e ficou de frente para Rafael Santos. O lateral-direito dominou e bateu cruzado para ampliar. Depois do terrível começo, a Portuguesa tentou pressionar e descontou aos 15 minutos em cobrança de pênalti sofrido por Gabriel Xavier. Léo Costa foi para a bola e marcou.

Em meio aos xingamentos vindo das arquibancadas, a Portuguesa se animou, mas faltou qualidade técnica. Com dificuldades para criar, ainda aumentou o sofrimento da torcida com a expulsão do zagueiro André Astorga pelo segundo cartão amarelo e de Nerylon após agressão a Ivonaldo. Com mais espaço, o Icasa até teve chance de ampliar, mas Bismarck não soube aproveitar e parou nas mãos de Rafael Santos.

Pela 33.ª rodada, a Portuguesa volta a campo nesta terça contra o Oeste, às 19h30, no estádio dos Amaros, em Itápolis (SP). No sábado, dia 1.º de novembro, o Icasa recebe o Náutico, às 16h20 (de Brasília), no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE).

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA 1 x 2 ICASA

PORTUGUESA - Rafael Santos; Arnaldo (Nerylor), Matheus, André Astorga e Diego Augusto; Renan, Diogo Orlando, Léo Costa (Thiago Brito), Felipe Nunes (Marcelinho) e Gabriel Xavier; Luan. Técnico: Zé Augusto.

ICASA - Busatto; Ivonaldo, Naylhor, Carlinhos Rech e Zeca; Gilberto, Rodrigo Vitor, Mauri (Dodô) e Lucas Gomes (Roger); Erik (Bismark) e Nilson. Técnico: Vladimir de Jesus.

GOLS - Naylhor, aos 2, Ivonaldo, aos 8, e Léo Costa (pênalti), aos 17 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diego Augusto e Luan (Portuguesa); Mauri, Roger e Erik (Icasa).

CARTÕES VERMELHOS - André Astorga e Nerylon (Portuguesa).

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

RENDA - R$ 12.150,00.

PÚBLICO - 453 pagantes.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPortuguesaIcasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.