Ídolo vai embora, mas Ponte sonha alto

Se depender do meia Harison, ele se despede da Ponte Preta nesta segunda-feira, quando o União Leiria, de Portugal, deve confirmar o depósito de US$ 1,5 milhão. A tristeza pela saída de um ídolo do Majestoso só é compensada pela ascensão do time no Campeonato brasileiro, após a vitória de 2 a 0, sobre o Goiás, sábado à noite, em Campinas."Não sei se dá para pensar em ser campeão, mas dá para se programar uma boa campanha e a luta pelos primeiros lugares", diz o técnico Oswaldo Alvarez cauteloso com as perspectivas do time na competição. Para ele o Brasileiro "é muito longo e se torna difícil manter o time num mesmo ritmo técnico e também o elenco motivado". A Ponte já tem 17 pontos e antes dos jogos de domingo comemorava a vice-liderança, mesmo usando um estranho esquema tático: o 4-5-1.Para Vadão, porém, o esquema foi o melhor para "enquadrar os jogadores", mas para ele não é tão defensivo como aparenta. "O Flamengo foi campeão do Brasil e do mundo com um esquema idêntico", comparou. O elenco volta aos treinos nesta segunda-feira à tarde, então para iniciar os preparativos visando o confronto com o Juventude, sábado, em Caxias do Sul (RS). O zagueiro Rafael Santos e o volante Carlinhos, que cumpriram suspensão, têm suas voltas asseguradas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.