Ídolos do Palmeiras são eternizados no Allianz Parque

WTorre, construtora do estádio, criou academia de imortais e deu cadeiras vitalícias a ex-craques como Ademir da Guia e Leivinha

Daniel Batista, Agência Estado

18 de março de 2014 | 11h33

SÃO PAULO - A WTorre realizou nesta terça-feira uma homenagem para alguns antigos craques do Palmeiras, casos de Oberdan, Leivinha, César Maluco, Ademir da Guia, Luis Pereira e Dudu. Responsável pela obra de construção da Allianz Parque, a empresa eternizou os ídolos com a criação da Academia Allianz Parque de Imortais no estádio.

O evento contou com a presença de três dos seis ex-jogadores: Ademir da Guia, Leivinha e César Maluco. Todos eles foram pegos de surpresa, pois haviam sido avisados de que apenas gravariam um vídeo sobre o estádio. E a homenagem não contou com a participação de nenhum representante oficial do Palmeiras.  

Os três jogadores presentes ao evento e outros três ganharam cadeiras vitalícias na Allianz Parque e agora passam a fazer parte da Academia de Imortais criada no estádio, em molde semelhante ao Academia Brasileira de Letras.

Os responsáveis pelo evento explicaram que Waldemar Fiúme, Julinho Botelho, Junqueira, Heitor e Djalma Santos completam a relação de 11 nomes. Mas como todos eles já morreram, outros cinco nomes serão apontados para completar a relação de homenageados na Allianz Parque no camarote reservado para ídolos do Palmeiras.

Essa escolha será realizada através de votação no site oficial da própria Allianz Parque e incluirá apenas jogadores que atuaram apenas até 1989 no clube para completar a Academia Allianz Parque de Imortais do estádio palmeirense. Os resultados deverão ser divulgados em um mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.