Érico Leonan / São Paulo
Érico Leonan / São Paulo

Igor Gomes e Talles Costa se recuperam da covid-19 e voltam a treinar no São Paulo

Equipe do Morumbi se prepara para difícil duelo com o Red Bull Bragantino na próxima quinta-feira pelo Paulistão

Redação, Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2022 | 19h54

O técnico Rogério Ceni contou com dois reforços no São Paulo na reapresentação desta segunda-feira, após o empate com o Ituano, no domingo. Os meias Igor Gomes e Talles Costa se recuperaram da covid-19, cumpriram o período de isolamento e voltaram aos treinos normalmente nesta tarde.

A dupla, que não enfrentou maiores sintomas da doença, retomou os trabalhos usando máscara, conforme as regras estabelecidas pelo clube, mesmo nas atividades ao ar livre. Apesar do retorno, ainda é possível que eles se tornem baixas para a partida contra o Red Bull Bragantino, na quinta-feira, fora de casa.

Por conta do período de afastamento, Igor e Talles perderam os dois primeiros jogos do São Paulo no Paulistão - na estreia, perdeu para o Guarani por 2 a 1. Se não puderem entrar em campo na quinta, pela terceira rodada, devem estar à disposição de Ceni para o jogo seguinte, contra o Santo André, na quarta da próxima semana, dia 9 de fevereiro.

Para o jogo desta quinta, Rogério Ceni também deve ficar sem o meia Luan e o atacante Luciano. Ambos estão se recuperando de problemas físicos no departamento médico e ainda não estrearam em 2022.

Por outro lado, o treinador pode ter a volta de Arboleda, que está integrado à seleção do Equador nesta Data Fifa. O time equatoriano vai enfrentar o Peru na terça à noite. Se o zagueiro entrar em campo, será desfalque no São Paulo. Mas, mesmo sem jogar por sua seleção, Arboleda corre o risco de virar baixa no time paulista por conta da viagem de volta, do Peru até o Brasil.

Se ficar fora novamente, o zagueiro equatoriano deve ser substituído por Léo, que formaria dupla de zaga com o experiente Miranda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.