Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Impaciente, Santos cobra resposta do Napoli pelo atacante Vargas

Odílio Rodrigues diz feira estar muito insatisfeito com a demora na conclusão da negociação

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

08 de janeiro de 2014 | 13h49

SANTOS - A novela entre Santos e Vargas está perto do fim. O presidente em exercício do clube, Odílio Rodrigues, disse nesta quarta-feira estar muito insatisfeito com a demora na conclusão da negociação e estuda propor um prazo curto para o Napoli definir se aceita ou não emprestar o atacante chileno para a equipe da Vila Belmiro.

"Tudo o que o Santos tinha de fazer, já fez. Está muito arrastado. Pensamos em dar um prazo curto para definir isso, porque é algo que cansa todo mundo e interfere em nosso planejamento", disse. O dirigente contou que deve pedir para o superintendente de esportes do clube, André Zanotta, cobrar do Napoli uma resposta final para que ao menos o Santos não perca mais tempo em insistir na negociação.

Segundo Odílio, a motivo maior para demora da negociação é o de que o clube italiano discute com o jogador a prorrogação do contrato antes de finalizar o empréstimo para o Santos. A chegada do reforço à Vila Belmiro está atrelada à vinda do zagueiro Bruno Uvini, revelado pelo São Paulo. "Ele não vem sendo aproveitado na Itália e trabalhamos com a chance de ter os dois juntos no time. É pouco provável que um jogador venha sem o outro", explicou.

O Santos iniciou a pré-temporada nesta quarta-feira, quando o elenco se reapresentou no CT Rei Pelé para começar o trabalho antes da estreia pelo Campeonato Paulista. O primeiro jogo será contra o XV de Piracicaba, no próximo dia 19, na Vila Belmiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCVargasfutinter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.