Impasse angustia atacante corintiano

Éwerthon não se conforma com o fracasso da sua venda ao Betis. O jogador, acostumado a sorrir em todas as situações, estava tenso no Parque São Jorge. Ele ficou irritadíssimo quando soube que a diretoria do clube espanhol se cansou da confusa transação com os brasileiros e resolveu apostar no islandês Joey Gudjonsson, do RKC Waalwijk, da Holanda. Sua reação foi sincera e ingênua. Digna de um jogador de 20 anos."Está certo que na primeira proposta que fizeram para mim, eu recusei. Mas agora eu queria ir. Não seria louco de desperdiçar todo o dinheiro que estavam me oferecendo. Se não houve acordo, eu não quero ser o culpado", dizia, tentando se defender. Éwerthon deixou de ganhar US$ 5 milhões, US$ 1 milhão por cada ano de contrato.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.