Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

'Importante foi não perder', diz Renato após empate do Santos

Santos mantém sina de más atuações fora da Vila no Brasileirão

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2015 | 21h48

Embora o empate por 0 a 0 diante do Figueirense tenha colocado em risco a vaga no G-4 no Campeonato Brasileiro, os jogadores do Santos avaliaram que o mais importante foi não perder a partida disputada no Estádio Orlando Scarpelli. O jogo foi muito disputado, mas fraco tecnicamente e com poucas chances de gol. Os goleiros Alex e Vanderlei acabaram salvando as poucas finalizações corretas.

"Eles tiveram oportunidade, nós tivemos oportunidade, mas o importante foi não perder. A gente sabia que teria dificuldades, nós procuramos trabalhar a bola, mas não tivemos tanta chance real no primeiro tempo e depois não conseguimos aproveitar", afirmou o volante Renato.

Com o empate, o Santos permitiu que o Internacional alcançasse os mesmos 50 pontos com a vitória sobre o Joinville. Neste domingo, São Paulo e Ponte Preta também podem chegar aos 50 pontos que o Santos detém hoje. Para roubar a última posição no G-4, o São Paulo teria que tirar uma diferença de 11 gols no saldo e a Ponte Preta tem duas vitórias a menos na competição.

A igualdade foi a sexta do Santos no Campeonato Brasileiro. Nas outras partidas, o time venceu uma (diante do Cruzeiro, já com Dorival Júnior) e perdeu outras nove. "Foi um jogo muito igual, só faltou a gente caprichar um pouco mais, criar mais oportunidades de gol, porque não criamos muito. Mas um ponto aqui foi bom. Claro que queríamos vencer. Mas vida que segue", disse o zagueiro Werley. 

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSantosRenato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.