Imprensa argentina destaca vitória do Estudiantes

Os jornais argentinos desta quinta-feira destacaram que já é tradicional o Estudiantes vencer os jogos nos minutos finais, como aconteceu nesta quarta-feira, diante do São Paulo, no jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores. "Marca registrada" foi a manchete do La Nación, que mostrou que o Estudiantes foi "fiel a seu costume" de conquistar os três pontos perto do fim da partida. "Fez outra vez o milagre no final, com mística e coragem", disse o diário. O Clarín, jornal de maior tiragem da Argentina, disse que o Estudiantes "dominou o adversário com uma atitude vencedora" e "não deixou o São Paulo respirar". Já o Diário Popular escreveu: "O Estudiantes, vencendo no fim, já é um clássico", enquanto o Crõnica destacou que nem mesmo "o vencedor do Mundial de Clubes" conseguiu evitar a derrota. Nas oitavas-de-final, o Estudiantes marcou dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Goiás nos minutos finais, e assegurou a classificação com uma derrota por 3 a 1. Em São Paulo, o time argentino poderá até perder por um gol de diferença, desde que marque gols. Equatorianos lamentam No Equador, a repercussão sobre a vitória da LDU sobre o Internacional por 2 a 1, em Quito, não foi tão animada. Para o jornal La Hora, o resultado dificulta as pretensões da equipe na Libertadores - o Inter precisa de uma vitória por 1 a 0 para se classificar. Segundo o El Universo, a LDU chegará ao jogo de volta em situação desfavorável no que diz respeito ao saldo de gols, mas pelo menos conseguiu acabar com a invencibilidade do Inter, que tinha uma das melhores campanhas na competição.

Agencia Estado,

11 Maio 2006 | 12h02

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.