Giuseppe Cacace/AFP
Giuseppe Cacace/AFP

Imprensa belga celebra terceiro lugar na Copa e elogia seleção: 'Histórico'

Bélgica venceu a Inglaterra por 2 a 0 e ficou com o bronze inédito na história dos Mundiais

Estadão Conteúdo

15 de julho de 2018 | 09h14

A imprensa belga foi só elogios à seleção do país pela campanha na Copa do Mundo da Rússia. A terceira colocação no torneio, conquistada após o triunfo por 2 a 0 sobre a Inglaterra, no sábado, foi considerada "histórica" pelos jornais do país, que exaltaram o feito de Roberto Martínez e seus comandados.

+ Putin, Macron e Kolinda estarão presentes na final da Copa

+ Após êxito na Copa, Rússia já pensa em sediar os Jogos Olímpicos

+ Rússia garante que não vai repetir os problemas do Brasil com 'elefantes brancos'

O jornal Le Soir foi um dos que elogiaram a equipe. "A Bélgica conquistou um terceiro lugar histórico na Copa do Mundo", escreveu em sua manchete. A mesma edição destacou o "profissionalismo" desta seleção, que "gerou admiração da multidão no país e em outros lugares".

A comemoração foi causada pelo ineditismo da terceira colocação. Esta, afinal, foi a primeira vez que a Bélgica ficou entre os três melhores de uma Copa do Mundo, superando a quarta posição no México, em 1986, até então melhor resultado do país em um Mundial.

 

"A seleção cumpriu perfeitamente sua única missão", considerou o La Libre Belgique. "Esta geração entra para a história do futebol belga e faz melhor do que os 'Diabos' no México em 1986", considerou a rádio RTBF.

Entre as seleções derrotadas pelos belgas, o Brasil ficou pelo caminho nas quartas de final. Até por isso, o De Standaard afirmou que "o bronze conquistado fez a seleção deixar a Copa do Mundo com boas sensações".

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.