Imprensa da Croácia volta a questionar filho do técnico

A imprensa croata voltou a questionar o opção do técnico Zlatko Kranjcar de escalar seu filho, Niko, como armador da seleção na Copa do Mundo. O jogador, de 21 anos, é acusado de estar acima do peso e fora de forma, e foi vaiado pela torcida após o empate por 2 a 2 com o Irã, domingo, em Osijek. O técnico, porém, permanece irredutível em sua opção de manter o filho como titular para a estréia da equipe na Copa, contra o Brasil, dia 13 de junho, em Berlim. "O time precisa dele, os jogadores confiam nele. Minha mensagem para quem tem esse desejo é: esqueçam, Niko vai jogar", disse o técnico, segundo a edição desta quarta do jornal Jutarnji List. Outro jornal, o Vecernji List, publicou uma crítica com o título "Paternidade acima do trabalho", em que lamenta a resistência de Kranjcar às críticas. "Nem mesmo outra partida ruim de Niko pode mudar a atitude paternal do treinador Zlatko", diz o diário. Nesta quarta-feira, o técnico e os jogadores da seleção visitaram o presidente da Croácia, Stjepan Mesic, mas não foi divulgado se o assunto Niko Kranjcar entrou na pauta da conversa. A Croácia disputa mais dois amistosos antes de enfrentar o Brasil: sábado, contra a Polônia, em Wolfsburg, na Alemanha, e dia 7, contra a Espanha, em Genebra, na Suíça.

Agencia Estado,

31 Maio 2006 | 10h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.