Reprodução
Reprodução

Imprensa da Espanha se encanta com a estreia diante do Uruguai

'Lição de futebol' e 'recital' foram alguns dos termos utilizados pelos principais jornais

O Estado de S. Paulo

17 de junho de 2013 | 12h14

SÃO PAULO - A imprensa esportiva espanhola demonstrou estar em estado de graça nesta segunda-feira. A vitória incontestável da Espanha sobre o Uruguai, nesse domingo, mereceu elogios nos principais portais de notícias do país. E o meia do Barcelona Andrés Iniesta foi apontado como o grande nome do jogo.

"Iniesta dirige um recital" foi o título escolhido pelo El País, principal jornal da Espanha, para abrir o texto do jogo. Definindo a exibição do selecionado como "lírico", o texto diz que "não há equipe mais cativante que a Espanha quando saca seus violinos", dando destaque ainda à supremacia do time sobre o adversário durante praticamente todo o jogo: "A Espanha foi contudente, por momentos com 11 uruguaios em sua defesa e com os quatro defensores espanhóis no campo de ataque".

O diário esportivo Marca também enalteceu a atuação do jogador do Barcelona. "A exibição de Andrés Iniesta fascinou o mundo: companheiros, rivais e brasileiros presentes na Arena Pernambuco de Recife, que abriram a boca surpreendidos pelas ações do jogador da seleção espanhola."

Em Barcelona, o Mundo Deportivo descreve a atuação da Espanha como "uma lição de futebol no Brasil". Para a publicação, o selecionado começou a Copa das Confederações com uma "espetacular vitória" e contando com "um Iniesta magistral e com Fabregas oferecendo sua melhor versão". Chamando o time de "a vermelha azul-grená", em referência ao sete jogadores do Barça que iniciaram o confronto pela Espanha, o texto afirma que "foi um autêntico partidaço, uma lição de futebol, de manejo de bola, de circulação, de desarmes, de passes de primeira realmente impressionantes".

O As também definiu a apresentação da seleção espanhola como uma lição de futebol. Sob o título "Samba espanhol em Recife", o jornal resume o jogo como "absoluta superioridade sobre o Uruguai".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.