Arquivo/AP
Arquivo/AP

Imprensa inglesa afirma que Real e City brigarão por Wayne Rooney

Atacante do Manchester United tem desavença com técnico Alex Ferguson e deve sair da equipe inglesa

EFE,

18 de outubro de 2010 | 11h48

LONDRES - Real Madrid e Manchester City vão brigar pela contratação do inglês Wayne Rooney, segundo as edições desta segunda-feira do jornal britânico The Times e de outras publicações, depois que o atacante se negou a assinar um novo contrato com o Manchester United.

O conflito entre o atacante e seu treinador, Alex Ferguson, chegou às capas dos jornais britânicos semana passada, quando o jogador negou ainda sentir a lesão de tornozelo que sofreu no final da temporada passada, contrariando o que disse o técnico.

Aparentemente, Ferguson usou esse argumento para explicar a ausência de Rooney na partida da Liga dos Campeões contra o Valencia, no dia 29 de setembro, e na partida contra o Sunderland, pelo Campeonato Inglês, no dia 2 deste mês.

O Times afirma que o confronto começou quando, em setembro, foram publicadas informações sobre aventuras sexuais do atleta enquanto sua esposa estava grávida de cinco meses.

O tabloide The Sun destaca que "Wayne Rooney disse ao Manchester United que quer sair de Old Trafford o mais rápido possível, depois da enorme briga com o técnico Sir Alex Ferguson".

Fontes citadas pelo dominical Sunday Mirror neste fim de semana indicaram que Ferguson era quem tinha descartado prorrogação do contrato de Rooney, que completa 25 anos na próxima semana, após dizer ao jogador que havia manchado a reputação do clube e que não era o mesmo atleta que antes.

Outro jornal, o Daily Telegraph, também fala sobre a real possibilidade de o Manchester United vender Rooney durante o próximo mercado de transferências, em janeiro, enquanto o Daily Star faz referência a uma resposta do clube inglês, que, segundo o jornal, por enquanto nega que o atacante esteja à venda.

O tabloide Daily Express se aventura e cita inclusive a quantia de 60 milhões de libras (68 milhões de euros, ou cerca de R$ 158 milhões) como o montante a ser pago pelo clube que desejar contratar Wayne Rooney.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.