Reprodução
Reprodução

Imprensa internacional repercute morte de Waldir Peres

Ex-goleiro do São Paulo e da seleção brasileira morreu no domingo, aos 66 anos

O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2017 | 09h23

A morte de Waldir Peres foi destaque na imprensa  internacional. O jornal francês L’Equipe lembrou que o brasileiro ficou famoso por sofrer um gol a “impressionantes 30 metros” de distância em chute de Andrei Bal na vitória por 2 a 1 do Brasil sobre a União Soviética na Copa de 1982.

Já o espanhol Marca ressaltou que ele atuou por 11 anos no São Paulo. “Foi o segundo futebolista que mais partidas disputou pela equipe tricolor paulista, atrás de Rogério Ceni.”

O jornal italiano La Repubblica destacou que Waldir Peres "será sempre lembrado pela descrença nos três gols que deram origem à lenda Paolo Rossi" na Copa o Mundo de 1982, quando a Itália ganhou do Brasil por 3 a 2.

Waldir Peres morreu no domingo, aos 66 anos, após sofrer um enfarte enquanto participava de um almoço festivo com seus familiares, em Mogi Mirim, no interior de São Paulo. Pela seleção brasileira, Waldir disputou três Copas (1974, 1978 e 1982). Ficou na reserva nas duas primeiras e foi titular no Mundial da Espanha.

Nascido em Garça, interior de São Paulo, em 2 de janeiro de 1951, ele foi revelado pela Ponte Preta nos anos 1970. Chegou ao São Paulo em 1973 e permaneceu até 1984. É o segundo jogador com mais jogos pelo clube, com 617 partidas. Só perde para Rogério Ceni, com 1.237. Pelo time do Morumbi, foi campeão brasileiro de 1977. Também foi tricampeão paulista (1975, 1980 e 1981).

O corpo do Waldir sairá de Mogi Mirim nesta segunda-feira. O velório será a partir de terça e o enterro, só na quarta-feira no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.