Michael Sohn/AP
Michael Sohn/AP

Imprensa italiana define eliminação na Copa como 'vergonhosa'

O jornal 'Corriere dello Sport' elegeu o técnico Marcello Lippi como o grande culpado pelo fracasso

AE, Agência Estado

25 de junho de 2010 | 11h36

ROMA - Eliminada precocemente da Copa do Mundo, a seleção italiana sofre, agora, com as críticas da imprensa local. Tida como grande decepção do Mundial até o momento, ao lado da França, também eliminada na primeira fase do torneio, a Itália teve sua participação no torneio resumida em uma palavra pelos jornais: vergonha.

Veja também:

linkCannavaro se defende de críticas em despedida da Itália

linkDirigente diz que futebol italiano está em crise

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

"Vergonha!" foi a manchete de capa do Corriere dello Sport, um dos principais diários esportivos do país. Na matéria sobre o jogo que definiu a eliminação italiana, o jornal foi além e elegeu um culpado pela eliminação. "Lippi, a culpa é só sua", destacou.

A Gazzetta delo Sport também utilizou a palavra "vergonha" para definir a participação da Azzurra na Copa, estampando em suas páginas a frase "Para casa com vergonha" para definir a dramática saída do país do Mundial.

Mas o diário italiano mais crítico ao falar sobre o fiasco da Itália foi o Il Messaggero. Para o jornal, além da eliminação, a seleção mostrou que "não tem honra" ao jogar um futebol "sem coração" e decepcionar os torcedores que apoiaram a equipe.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.