Imprensa mundial critica atuação do Brasil na estréia na Copa

Não foi só no Brasil que a seleção deixou os torcedores frustrados. Nos sites dos principais jornais pelo mundo a equipe comandada por Carlos Alberto Parreira foi atacada devido à má atuação na vitória sobre a Croácia, por 1 a 0, na estréia na Copa do Mundo da Alemanha. Já o meia Kaká, auto do gol solitário, foi muito elogiado.O argentino diário Olé, que sempre ironiza os seus principais rivais, estampa em sua página eletrônica "Brasil, com susto". "Os pentacampeões não funcionaram como equipe e dependeram exclusivamente das jogadas individuais. Os europeus estiveram muito perto do empate". A dupla de zaga foi a mais atacada, sendo tachados de "frouxos".A edição espanhola Marca destacou a ausência de um futebol empolgante e ironizou a campanha publicitária envolvendo diversos atletas brasileiros: "Brasil ganha sem seu ´jogo bonito´". Em seu texto, disse que "os campeões desfrutaram de um futebol medíocre". Mas o jornal madrileno fez elogios ao meia do Milan, pretendido pelo Real Madrid: "uma genialidade de Kaká".O francês L´Equipe, sempre apaixonado pelo futebol brasileiro, foi mais contido em suas críticas e manchetou: "O Brasil da precisão". "Em busca do título, a seleção brasileira se contentou com o mínimo contra a valorosa Croácia.No site da BBC, o tetracampeão Leonardo, que está comentando os jogos do Brasil pela rede britânica, atacou Ronaldo. "Ele precisa estar em melhores condições para jogar, porque hoje (terça-feira) foi muito mal. Ele teve apenas um momento memorável". "O cenário foi montado para Ronaldo fazer história. O atleta do Real Madrid estava fazendo seu centésimo jogo por seu país e precisava de apenas um gol para superar Pelé como o maior artilheiro do Brasil em Copas. Apesar disso, ele foi substituído após uma performance letárgica".Nos Estados Unidos, o New York Times frisou a vitória do time de Parreira. "Kaká marcou aos 44, e os defensores do título ganharam sua oitava partida seguida em Copas, um recorde".O também inglês The Times colocou apenas o resultado da partida e também cutucou o camisa 9 brasileiro. "Favoritos do torneio falham na tentativa de impressionar, enquanto Ronaldo fica fora do seu normal".O italiano La Gazzetta dello Sport enalteceu o desempenho de Kaká, que atua no campeonato local. "Brasil, basta a magia de Kaká". "O campeão sofre para vencer a Croácia por 1 a 0 com um chute do fantástico do Milan, mas foi incapaz de apresentar um jogo condizente com a fama. Ronaldo irreconhecível".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.