Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Improvisação não incomoda Casemiro no São Paulo

'O que vale é jogar. Estou aqui para ajudar. Independentemente da formação, estou aqui para ajudar', afirmou jogador

AE, Agência Estado

13 de agosto de 2012 | 18h25

O volante Casemiro foi improvisado pelo técnico Ney Franco como terceiro zagueiro no jogo de domingo, quando o São Paulo perdeu para o Grêmio de virada, por 2 a 1, no Morumbi, e teve uma boa atuação. Para se manter no time titular, o jogador já avisou que aceita jogar em qualquer posição que o treinador precisar.

"O que vale é jogar. Estou aqui para ajudar. Independentemente da formação, estou aqui para ajudar. Se o Ney acha que dá para jogar ali como zagueiro, tenho de entrar e fazer meu melhor. Apesar da derrota, saí bem feliz, pois dei o meu máximo dentro de campo", afirmou Casemiro, que recebeu aplausos dos torcedores.

"Além de ter saído de cabeça erguida, também foi importante o carinho da torcida, que soube reconhecer o trabalho. Isso não tem sensação melhor. Se o professor quiser que eu jogue quarta-feira de líbero, eu estou à disposição. Seja como goleiro, lateral, volante", avisou Casemiro, já pensando no próximo duelo, contra o Náutico, no Recife, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Antes de ser improvisado como zagueiro no domingo, Casemiro vinha ficando como opção no banco de reservas. Agora, espera se firmar no time titular. "Estou trabalhando firme para que as oportunidades apareçam. É como eu disse, se ele (Ney Franco) precisar, estou aqui", disse o jogador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCCasemiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.