Divulgação
Divulgação

Inconstância da equipe do Santos preocupa Dorival

Time alterna entre bons e maus momentos durante as partidas

O Estado de S. Paulo

18 de abril de 2016 | 07h00

O Santos venceu o São Bento no sábado com tranquilidade, chegou à semifinal, mas nem por isso deixa de ficar em alerta. O motivo da preocupação é a inconstância que a equipe tem demonstrado durante as partidas neste Paulistão. Alterna períodos de um futebol eficiente e objetivo com outros de relaxamento, em que corre risco de ser surpreendido.

Foi o aconteceu contra o São Bento. Após dominar a maior parte do jogo, fazer dois gols e perder inúmeras chances de ampliar, a equipe se desconcentrou, diminuiu o ritmo e permitiu ao time de Sorocaba criar várias oportunidades de gol.

Preocupado, e irritado, o goleiro Vanderlei alertou: se tal situação se repetir na semifinal, o Santos poderá acabar eliminado. “O Dorival pediu para jogarmos e matar o jogo (de sábado) e nosso time ficou atrás. Demos espaço. Isso não pode acontecer na semifinal’’, disse.

Dorival Júnior admitiu que a oscilação do time causa apreensão. “Vamos trabalhar para buscar as correções’’, afirmou.

Antes da semifinal do Paulista, o Santos estreia na Copa do Brasil contra seu “xará’’ do Amapá, na quinta-feira. Dorival deve poupar vários jogadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.